Prova de Vinhos abre época de Masterclasses na Master D

Prova de Vinhos abre época de Masterclasses na Master D

Prova de Vinhos abre época de Masterclasses na Master D

Foi já no início do mês de Novembro que abriu oficialmente uma nova era para a Master D. Deu-se o pontapé de saída na nova metodologia de formação com uma Masterclass de Prova de Vinhos.

A política de melhoria contínua de todo o grupo Master D fez com que se avançasse num caminho formativo muito mais dinâmico. De forma a manter uma motivação constante nos nossos formandos, fizeram-se mudanças na nossa metodologia de formação. O Campus Virtual foi potencializado, o corpo docente foi reestruturado e existe agora um maior dinamismo com mais sessões de grupo, workshops e masterclasses.

Grupo de pessoas numa masterclass de prova de vinhos

Tudo isto porque todos os nossos formandos – incluindo aqueles que se encontram nas formações totalmente a distância – merecem a melhor formação e o melhor serviço.

 

Masterclass de Prova de Vinhos

Portugal é um país reconhecido internacionalmente pela qualidade dos seus vinhos, sejam eles brancos, tintos, rosés e/ ou verdes. Estes ganham, dia após dia, uma maior reputação a nível mundial. A vinicultura tem de uma importância assombrosa e influencia diversas áreas – Gestão Agrícola, Turismo e Eventos, Marketing, entre outras.

O vinho é um elemento essencial tanto para a socialização como para o desenvolvimento de diversas áreas

O vinho é um elemento essencial tanto para a socialização como para o desenvolvimento de diversas áreas.

Nesta prova de vinhos, que decorreu no passado dia 2 de Novembro, provaram-se cinco vinhos diferentes feitos a partir de uma única casta – a Touriga Nacional. Esta casta de uva tinta é uma das castas de excelência do vinho português.

Apesar de ser uma casta de uva tinta, a partir da Touriga Nacional é possível produzir vinho branco – que os formandos provaram nesta Masterclass.

Mas não foi apenas vinho branco que provaram. Nesta prova de vinhos estiverem também presentes três vinhos tintos e um rosé. A mesma casta teve três processos de vinificação diferente – rosé, tinto e branco – e proveio de quatro regiões diferentes o que resultou em cinco vinhos distintos. Os vinhos da prova provinham das regiões de Setúbal, Tejo, Dão e Douro.

Durante a prova de vinhos foram abordados vários temas como as sensações que o vinho desperta, como o aroma, e a importância do mesmo para o povo português (e não só). Foi também abordado o processo de produção do vinho e as doenças que o vinho pode ter, assim como todos os passos para se fazer uma prova de vinhos.

Artigos Relacionados